Porque hoje é Sexta-Feira - 17/11/2017

 

Olá!

Hoje meu Sexta-feira é completamente diferente – estou fora do país – em Chicago – visitando Vivian (para quem não sabe ainda, ela é minha filha e mora nos USA há mais de 5 anos. Cada vez que eu vou vê-la é uma experiência diferente).

Mas, antes de contar a minha impressão de Chicago, quero contar um fato que aconteceu semana passada.

Terça-feira foi um dia que, por uma razão ou outra, fiquei dia inteiro no trânsito – 9 h da manhã tive uma reunião com cliente, depois fui para cabelereiro (ninguém é de ferro e, sendo loira...), depois fui para um compromisso e às 18 horas fui para um evento de um dos nossos clientes, do outro lado da cidade.

OK, tenho que reconhecer que foi um dia cheio, de muitas atividades. 

Á caminho do último evento percebi que a minha gasolina estava no último nível. Aí fiquei apreensiva e, para dizer a verdade, rezando para encontrar um posto.

Estava na Avenida Morumbi, subindo da Cidade Jardim. Estava aflitíssima, não tinha posto nenhum e eu achei que teria que parar no meio do caminho por falta de gasolina.

Já pensaram – fim da tarde, trânsito infernal e uma loira para no meio do caminho – impensável....

Felizmente, antes de voltar à Marginal, encontrei um posto – atravessei a rua para outro lado e entrei no posto – meu tanque estava vazio. Depois de encher o tanque e ficar mais sossegada (claro) e feliz por poder continuar, dei a volta, entrei na rua de outro lado e estava esperando para o sinal abrir. A esta hora, quase 18h30 horas ou um pouco mais, havia muito transito...

Então, na fila que eu estava, um carro lá de trás saiu da fila, atravessou para outro lado na contramão e foi para o posto. Até aí talvez não fosse nada demais, mas ele não foi para colocar gasolina, ele foi para furar a fila, passou direto pelo posto e entrou na rua à esquerda, ultrapassando o sinal...

Fiquei bege!

Caramba, a nossa maneira de desrespeitar as leis é algo que faz parte da nossa cultura e acho que não preciso explicar o porquê disto, terrível...

Tudo isto para contar da minha satisfação de ver as pessoas respeitando as leis aqui em Chicago – passei por vários cruzamentos, dentro da cidade e do bairro onde a Vivi mora – cruzamentos de 5 ou 6 5 ruas diferentes, com sinais para cada uma delas e com respeito de todos os motoristas com o sinal e com os pedestres. Unbelievable!!!!!

Não dá para acreditar. As pessoas respeitam o seu direito, param e cada um espera que o outro passe. E, se houver alguém atravessando, todos param...

Uma lição para todos nós – respeito às leis, sem “trambicagem”, sem levar vantagem, sem querer ser o melhor, o mais poderoso, o mais importante. O que vale é a lei.

Quando voltar, vou levar um mês para me acostumar com o nosso Brasil... Isto sempre acontece...

A minha grande esperança é que um dia nós também vamos ser um país que respeite às leis, as pessoas e cada um os seus deveres e obrigações. Amém.

 

Abraços, lembranças e até próxima 6ª feira, já no Brasil!!!!

 

STEFI MAERKER

 

voltar para Artigos

left show tsN fwR uppercase bsd b01s|left fwR tsN uppercase b01s bsd|left fwR tsN uppercase bsd b01s show|bnull||image-wrap|news uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase|b01 c05 bsd|login news fwR b01 bsd uppercase|tsN fwR uppercase|fwR b01 bsd normalcase|content-inner||