Menu
Vagas e Oportunidades de emprego
Como montar o seu CV
Dicas Para Entrevista
Teste suas habilidades
Dicas de Informática
Cadastre seu CV
Artigos
Porque hoje é sexta-feira!
Consultor de carreira
São Paulo, , 11:44:16 AM.
Como redigir cartas de apresentação


O primeiro contato que a empresa terá com você será pela carta de apresentação. Assim, capriche, mas não exagere. Assim como no caso do currículo, menos pode ser mais, se você tiver foco.

Por Cristina Spera


Há três tipos principais de cartas de apresentação:

1. Carta-resposta a um anúncio de vaga
2. Carta de sondagem (ou pesquisa)
3. Carta a uma resposta negativa da empresa

Num processo seletivo, você pode ter de usar todas elas, já que cada um dos modelos corresponde a uma etapa.

Vamos começar com a resposta a um anúncio:

Carta-resposta a um anúncio:

É a mais freqüente. Para funcionar, precisa ser direta e curta, não mais do que umas dez linhas. Comece contando onde leu o anúncio, por que se interessou pelo cargo, três ou quatro características ou habilidades que você acha que podem interessar á empresa e uma mensagem remetendo o recrutador à leitura do currículo anexo. Se for solicitado, pode pôr a foto presa com um clipe na carta. Mas pretensão salarial, só dentro do currículo, lá no fim. Na carta, você pode dizer que está aberto a negociação sobre salário (se você realmente achar que pode ganhar menos do que está informando). Enderece a carta ao departamento ou pessoa indicados no anúncio.



À
Internet do Brasil
A/C Florindo Nunes

Olá,
Sou Juliano Silva, programador com certificação em JAVA. Estou escrevendo porque me interessei pelo cargo de Analista de Sistemas, cujo anúncio li no site Bumeran.com em 23/10/2001.

Sou formado em Ciências da Computação, com certificação na Sun, fluente em inglês e tenho facilidade de comunicação. Creio que minha experiência em empresas de tecnologia, nos últimos três anos, pode ser útil para a área de programação da Internet do Brasil.

Meu currículo em anexo poderá fornecer mais informações a respeito da minha trajetória profissional.

Aguardo contato para uma entrevista pessoal.

Atenciosamente

(Assine)


Carta de sondagem (ou pesquisa)

Se você quer "cavar" oportunidades, sem esperar os anúncios, envie uma carta de sondagem. Ela deve ser endereçada ao responsável pelo departamento da empresa onde você deseja trabalhar. Também deve ser direta e objetiva, mas não anexe currículo, uma vez que você está apenas "sondando" o mercado. Se você puder citar alguém que seja conhecido de ambos (você e o destinatário da correspondência), melhor ainda.

Como a vaga AINDA não existe, o pior que pode acontecer é você ser ignorado. Mas se a carta for bem escrita, será lembrado pelos executivos que poderão indicá-lo para outros cargos em outras empresas. Não peça emprego, jamais! Peça orientação, sugestões, conselhos! O resto vem no processo.



Odair Barbosa
Diretor de Marketing
Internet do Brasil
Prezado Odair,

Sou Juliano Silva, analista formado em Ciências da Computação. Estou escrevendo porque quero trabalhar nesta empresa, especificamente no departamento de Marketing. Acompanho as ações que a empresa vem tendo no mercado e acredito que posso ampliar ainda mais a penetração das marcas e produtos, especialmente no que diz respeito à fidelização de clientes. Alberto Campos sugeriu, então, que escrevesse diretamente a você, expondo minha experiência e idéias.

Em meus três anos de experiência em empresas de tecnologia, pude observar muitas implementações de CRM, desenvolvendo conceitos e programações que podem realmente acrescentar valor à empresa e firmar a sua marca na comunidade de consumidores.

Gostaria de conversar, sem compromisso, para me aprofundar sobre o tema. Assim, sugiro agendarmos um almoço para a próxima semana.

Se quiser entrar em contato, meu telefone é 689-7895 e meu e-mail é jsilva@silvanet.com.br

Atenciosamente, (Assine)

Carta a uma resposta negativa da empresa

Eu sei: é duro responder positivamente a uma empresa que acaba de dizer que não quer saber de você. Mas, acredite, é um excelente exercício para elevar a auto-estima...e para manter as portas abertas a novas oportunidades na própria empresa.

Você pode se mostrar decepcionado, mas não deixe transparecer amargura. E, sem ser ufanista em demasia, pode terminar a carta dizendo que você ainda se considera o melhor candidato para o cargo.



A Carlos Santos Recrutamento e Seleção
Internet do Brasil

Prezado Carlos,
Foi com bastante decepção - não vou negar - que recebi a sua comunicação, informando que não fui selecionado para ocupar o cargo de analista de sistemas da empresa. Depois das várias etapas pelas quais passei no processo de seleção, conhecendo não só os profissionais de RH, mas também os responsáveis pelo Departamento de Tecnologia, realmente achei que seria o escolhido, uma vez que acredito ter o perfil adequado para a vaga.

Se fosse possível, gostaria de saber quais os critérios utilizados para definir a escolha final, pois este fato pode ser muito importante para eu melhorar minha performance profissional.

De qualquer forma, agradeço a atenção que me foi dispensada por todos com quem entrei em contato. Participar deste processo foi uma experiência muito enriquecedora, faltando "apenas" a contratação para ser perfeita.

Espero ter novas oportunidades em breve, pois realmente me considero o analista ideal para resolver os problemas do departamento e, também, para acrescentar um importante diferencial de mercado à empresa.

Mais uma vez, obrigado por tudo.

Atenciosamente

Juliano Silva
(Assine)

Sec © Todos Direitos Reservados.
Tecnologia Site Inteligente
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 • 3º andar - cj. 34 • Jardim Paulistano • São Paulo - SP
Tel/Fax: 11 2619-7191 • sec@secth.com.br